Vacinas contra o Covid-19 já são uma realidade

O meio mais eficaz de se enfrentar uma epidemia ou uma pandemia causada por um vírus é, sem dúvida, por meio de uma vacina. Por isso, desde o início de 2020, quando o mundo vivenciou esse surto do novo Coronavírus todos esperavam ansiosos pela chegada de uma vacina para que a pandemia fosse, efetivamente, controlada.
Desde de maio já vimos várias marcas e empresas em nível mundial anunciarem que estariam trabalhando em uma vacina contra o novo vírus, mas de lá para cá, a cada novo estágio de testes, à população depositava mais esperanças, e com a chegada e o início dos testes no Brasil, mexeu ainda mais com todos.
É importante ressaltar que vários laboratórios, inclusive laboratórios brasileiros, trabalham no desenvolvimento desta vacina e, começou na terça-feira (21) a fase brasileira de testes com a CoronaVac, a vacina contra Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac. A parceria com o Instituto Butantã, ligado ao governo estadual de São Paulo, e pretende envolver 9.000 voluntários em seis estados brasileiros.
Outros laboratórios, como a Pfizer e BioNTech, a Universidade de Oxford em parceria com a empresa brasileira Fiocruz e algumas outras empresas, já estão trabalhando no desenvolvimento e as respectivas vacinas devem estar à disposição ainda este ano.
Como funcionam as imunizações?
O objetivo das imunizações é estimular o organismo a produzir anticorpos contra determinados germes, principalmente bactérias e vírus. O nosso sistema imunológico cria anticorpos específicos sempre que entra em contato com algum germe. Se entramos em contato com o vírus da rubéola, por exemplo, ficamos doente apenas uma vez, pois o corpo produz anticorpos que impedem que o vírus volte a nos infectar no futuro.
A lógica da vacina é tentar estimular o organismo a produzir anticorpos sem que ele precise ter ficado doente antes. Expõe-se ao sistema imune a bactéria ou vírus de forma que haja produção de anticorpos, mas não haja desenvolvimento da doença.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *