PF faz operação em Ituiutaba por suspeita de irregularidades na contratação de empresas para fornecimento de testes de Covid-19

A Polícia Federal (PF) de Uberlândia cumpriu 6 mandados de busca e apreensão na manhã desta terça-feira (5), em Ituiutaba. A ação faz parte de investigação do Ministério Público Federal (MPF), que apura suspeita de irregularidades na contratação de empresas para o fornecimento de testes rápidos para detecção da Covid-19.

Segundo a PF, as contratações ocorreram em 2020, durante a gestão do ex-prefeito Fued Dib. A atual administração municipal informou que não foi notificada até o momento, mas que está à disposição para o fornecimento de todas as informações necessárias (veja a nota na íntegra logo abaixo).

TV Integração entrou em contato com o MPF para solicitar mais informações a respeito, mas foi informada que o caso segue em sigilo judicial. Fueb Dib também foi contatado para se posicionar, mas as ligações não foram atendidas até a última atualização da reportagem.

O que diz a administração atual

“A Prefeitura de Ituiutaba esclarece que o trabalho policial realizado pela Polícia Federal nesta terça-feira (5) está relacionado a investigação de fato registrado na administração 2016/2020.

O Poder Executivo ressalta que, até o momento, não houve notificação por parte das autoridades e está à disposição para fornecer todas as informações necessárias ao processo de investigação.

Por fim, frisa que os fatos investigados se referem a contratação de testes rápidos com supostos vícios, realizada no ano de 2020”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.