Canários-da-terra resgatados de cativeiro são devolvidos à natureza em Uberaba

Os mais de 300 pássaros da espécie canário-da-terra que foram sido resgatados de um cativeiro pela Polícia Militar de Meio Ambiente, em Uberaba, na tarde de terça-feira (5), foram devolvidos à natureza horas depois. A liberação ocorreu em uma região de mata nas proximidades da rodovia LMG-798.

Antes da soltura, os pássaros, que haviam sido apreendidos dentro de gaiolas em uma chácara, passaram por uma avaliação com um veterinário. O profissional constatou que eles estavam prontos para voltar à vida silvestre.

Apreensão

Os canários-da-terra foram encontrados em cativeiro em uma chácara próxima ao Jóquei Clube, em Uberaba, no início da tarde de terça-feira. Segundo a PM de Meio Ambiente, essa foi a maior apreensão de animais silvestres realizada na cidade em 2022 até o momento.

Conforme o tenente da PMMA, Paulo Gomes, os pássaros foram encontrados depois que os policiais receberam uma denúncia anônima.

No local, foi constatado que as aves estavam em situação de cativeiro irregular, sendo que 2 delas haviam morrido. Além disso, o excesso de fezes em algumas das gaiolas também configura o crime de maus-tratos.

“É muito cedo para dizer se esses animais seriam revendidos ou usados em rinhas, por exemplo. Mas podemos confirmar que todos estavam em situação irregular e sem documentação ambiental”, explicou o tenente à TV Integração.

O proprietário da chácara não estava no local no momento da ação dos policiais, mas o advogado dele compareceu e acompanhou a apreensão. Ainda segundo a PMMA, três pessoas foram autuadas pelos crimes ambientais, incluindo o dono da chácara e o caseiro.

“É extremamente importante que a sociedade denuncie crimes como este. As pessoas podem ligar nos números 181, 190 ou (34) 3317-8911 e passar informações de forma anônima”, orientou Paulo Gomes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.