Suspeitos de planejarem assalto a caixas eletrônicos em Uberaba são detidos e liberados

Três jovens foram detidos pela Polícia Militar (PM) na madrugada desta quinta-feira (7), em Uberaba, após perseguição. Eles são suspeitos de planejarem arrombamentos a caixas eletrônicos.

No entanto, os detidos de 20, 23 e 28 anos foram liberados após assinaram termo de compromisso. Outro suspeito, que não foi identificado, conseguiu fugir após a perseguição. Veja detalhes abaixo.

Denúncia

De acordo com a ocorrência, a PM recebeu informações de que 2 carros tinham saído de Uberlândia com destino a Uberaba, para realizar o arrombamento de caixas eletrônicos em agências bancárias. Com a informação, os militares elaboraram operação, posicionando viaturas em locais próximos às entradas da cidade, na tentativa de abordagem aos veículos denunciados.

Abordagem

Segundo a PM, os 2 carros foram identificados quando acessaram a Avenida Tonico dos Santos, vindos da BR-050. Os militares, então, tentaram a abordagem por meio de ordem de parada, que não foi obedecida pelos motoristas, que fugiram em alta velocidade.

Os veículos foram acompanhados pelos militares até a Avenida Orlando Rodrigues da Cunha, quando um dos carros bateu na traseira do outro, que seguia à frente. O motorista do carro que bateu, de 28 anos, foi detido. Com a colisão, ele sofreu um corte na parte superior do nariz.

Já o outro veículo continuou em fuga, sendo alcançado pelos militares próximo à Rua Iguatama. Os 3 ocupantes saíram do carro e tentaram fugir a pé. Na fuga, eles quebraram os celulares.

Segundo a PM, um jovem de 20 anos e outro de 23 foram detidos. Outro suspeito, que não foi identificado, conseguiu fugir, sendo que ele tem mandado de prisão em aberto, conforme relato dos detidos.

Nos carros, os militares encontraram uma alavanca grande e uma pequena, alicate de pressão e de corte, alicate para corte de vergalhões de ferro, cordas, gravadores de imagens de segurança, chaves de fenda, chaves de roda, agasalhos, bonés e fita adesiva.

Ainda conforme a ocorrência, os 3 jovens negaram o plano de arrombarem caixas eletrônicos, mas que usavam os gravadores de imagens de segurança para desligar ou cancelar alarmes de estabelecimentos comerciais. Ao serem questionados sobre os demais objetos, eles disseram que não falariam mais nada.

Termo de compromisso

De acordo com a ocorrência, os suspeitos foram atendidos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Mirante. Após o atendimento, eles foram liberados depois de assinarem termo de compromisso de comparecimento e ciência de audiência preliminar do Juizado Especial Criminal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.