Guarda Civil Municipal de Uberaba retoma rotina do patrulhamento preventivo após redução dos casos de Covid-19; veja balanço

Com a redução dos casos de Covid-19 em Uberaba, a Guarda Civil Municipal (GCM) pode retomar o trabalho preventivo regular na cidade. A afirmação é do comandante Marcelo Neves de Oliveira, que comentou que esse cenário possibilitou fazer um número bem maior de abordagens no primeiro trimestre de 2022. Desde o início da pandemia, um dos principais focos do órgão foi fiscalizar o cumprimento de medidas de combate ao coronavírus.

De janeiro a março deste ano, foram 5.562 atendimentos diversos. Somente com patrulhamento preventivo foram 3.897 atendimentos, incluindo, por exemplo, rondas em prédios públicos municipais, parques, transporte coletivo, comércio e trânsito.

Os demais incluem, principalmente, boletins de atendimento à perturbação de sossego e ainda fiscalizações quanto ao cumprimento do decreto de enfrentamento à Covid-19 no município.

Veja o balanço de atendimentos da GCM no primeiro trimestre de 2022:

  • 175 averiguações de elementos em atitude suspeita;
  • 27 vistorias de veículos em condições duvidosas;
  • 119 boletins de ocorrência. Destes, destaque para 25 ocorrências de perturbação de sossego, 16 mandados de prisão, 15 de tráfico de drogas e recuperação de 8 veículos produtos de crime;
  • 60 pessoas conduzidas para a prisão.
  • apreensão de 423 porções de maconha, 137 de crack e 25 porções de cocaína
  • apreensão de R$ 10.310,95 em espécie por falta de comprovação quanto à origem, entregues à Polícia Civil.

Marcelo Neves entende que o trabalho foi bastante positivo e quem ganha com isto é a população.

“Afinal, atuando mais diretamente no patrulhamento preventivo, foi possível fazer um número bem maior de abordagens e retirar das ruas pessoas já condenadas pela Justiça, além de outras prisões, combate às drogas e recuperação de veículos furtados e roubados. Ações que traduzem em segurança para a comunidade uberabense”, avaliou Neves.

Neste começo de 2022, a corporação perdeu 10 guardas civis, a maioria para outros concursos públicos. O efetivo agora é de 132 guardas.

Mais de duas décadas de história

A GCM de Uberaba foi criada em agosto de 2000, com o objetivo de cuidar da segurança dos bens, instalações e serviços do Município, além de exercer o poder de polícia de trânsito no âmbito municipal.

Até o novembro de 2021, o órgão era chamado de Guarda Municipal. Porém, os vereadores aprovaram um projeto de lei que alterou a nomenclatura e parte da estrutura.https://378f54b81f222f493cce84d00208f8dd.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Desde então, visando fortalecer e valorizar o trabalho desempenhado pelos guardas, ficou estabelecido o nome Guarda Civil Municipal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.