Will Smith é banido do Oscar por 10 anos após tapa em Chris Rock

O Conselho da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas do Oscar decidiu nesta sexta-feira (8) que Will Smith está banido da cerimônia por 10 anos após dar tapa no rosto de Chris Rock na última edição do evento, que ocorreu em 27 de março. Após o ator renunciar seu lugar como membro da organização, a direção havia comunicado a antecipação de uma reunião de emergência para decidir as sanções contra Smith. 

“O Conselho decidiu, por um período de 10 anos a partir de 8 de abril de 2022, que o Sr. Smith não poderá participar de nenhum evento ou programa da Academia, pessoalmente ou virtualmente, incluindo, entre outros, o Oscar”, disse o presidente David Rubin e o CEO Dawn Hudson, acrescentando que a atitude do ator foi um “comportamento inaceitável e prejudicial”, conforme relatou o Deadline

“Queremos expressar nossa profunda gratidão ao Sr. Rock por manter a compostura em circunstâncias extraordinárias. Também queremos agradecer aos nossos anfitriões, indicados, apresentadores e vencedores por sua postura e graça durante nossa transmissão. Esta ação que estamos tomando hoje em resposta ao comportamento de Will Smith é um passo em direção a um objetivo maior de proteger a segurança de nossos artistas e convidados e restaurar a confiança na Academia. Também esperamos que isso possa iniciar um tempo de cura e restauração para todos os envolvidos e impactados”, finalizou o Conselho.

Em recente pedido de desculpas, Smith, que na noite do evento foi o vencedor do Oscar como Melhor Ator por “King Richard: Criando Campeãs”, confessou que suas ações foram “imperdoáveis” e que aceitaria “quaisquer outras consequências” que o Conselho considerasse apropriadas.

“Meu comportamento no Oscar de ontem à noite foi inaceitável e imperdoável. Piadas às minhas custas fazem parte do trabalho, mas uma piada sobre a condição médica de Jada era demais para mim e reagi emocionalmente. Eu gostaria de me desculpar publicamente com você, Chris. Eu estava fora de linha e estava errado. Estou envergonhado e minhas ações não foram indicativas do homem que quero ser”, disse o ator em um trecho da carta publicada em seu Instagram.

O tapa no rosto protagonizado por Will Smith em Chis Rock durante o Oscar trouxe não apenas debates, mas diversas consequências para o ator. Recentemente, a Sony e a Netflix congelaram o contrato com o artista e, de acordo com o The Sun, Smith também teria decidido dar uma pausa na carreira e se internado em uma clínica para aprender a lidar com o estresse.

Recentemente, Rock, que não quis prestar queixa contra o ator, afirmou que ainda está “processando o que aconteceu”, mas que deve falar em breve de forma mais séria sobre o ocorrido. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.