Mãe morre ao tentar impedir assassinato de filho em BH

Uma mulher de 35 anos morreu na madrugada desse domingo (10/4), ao tentar impedir que seu filho de 17 anos fosse morto a tiros. Segundo o boletim de ocorrência, dois suspeitos entraram no local, atirando contra a cabeça da mulher. O crime aconteceu em uma ocupação em um prédio em construção, no Bairro Castelo, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte. 

De acordo com Polícia Militar (PM), o adolescente cumpria medida socioeducativa e estava em liberdade há apenas dez dias. Testemunhas informaram aos militares que os suspeitos teriam ido até o local para matar o menor de idade e que a mãe teria tentado impedir que eles entrassem na casa. Um dos autores efetuou dois disparos na vítima e o outro disparou um tiro para o alto. Logo após o crime, os suspeitos fugiram em um carro.
Ainda segundo a PM, o adolescente era suspeito de ter envolvimento com tráfico de drogas.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionado, mas a mulher morreu ainda no local. 
Os policiais fizeram buscas nos prédios da Vila São José com o objetivo de encontrar e identificar os suspeitos do crime, que foram localizados. 
Com um deles, a polícia apreendeu um revólver, utilizado no crime.O outro suspeito identificado foi preso por ter participado do homicídio. Ele é dono do carro que foi usado para os criminosos fugirem da casa da vítima.

Os policiais encontraram e apreenderam um revólver com numeração raspada, dois cartuchos de munição, além de 12 pedras de crack, 15 microtubos com um pó branco – semelhante a cocaína – e a quantia de R$ 622.
Junto dele, outros dois homens foram presos por tráfico de drogas, porque assumiram a posse dos entorpecentes apreendidos.
De acordo com os militares, eles teriam praticado o crime a mando do chefe do tráfico da região.
O caso continuará sendo investigado pela Polícia Civil.

*Estagiário sob supervisão da subeditora Jociane Morais 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.