Homem espanca diretora de escola usando soco inglês

Quatro funcionárias de uma escola municipal em Galiléia, no Vale do Rio Doce, ficaram feridas após serem agredidas por um casal. O homem usou um soco inglês para agredir as educadoras. A dupla foi presa, mas a polícia ainda não sabe o que teria motivado o ataque que aconteceu na tarde desta segunda (11).

Em depoimento à PM, as vítimas contaram que o casal invadiu a Escola Municipal Waldira de Castro, enquanto os alunos e funcionários estavam reunidos para cantar o hino nacional. Ao se aproximar da diretora da escola, uma mulher de 64 anos, o agressor disse: “sua desgraçada, agora que eu te encontrei, você vai ter o que merece”. Com um soco inglês, o homem começou as agressões. A diretora só conseguiu fugir após contar com a ajuda de uma professora e se trancar em uma das salas da escola.

Depois disso, o casal passou a agredir a professora que foi socorrer a diretora. Para tentar se salvar, a mulher, que tem 48 anos, ainda tentou se trancar em uma sala, mas o homem arrombou a porta e desferiu chutes e socos na educadora.

Desesperadas uma outra professora, de 43 anos, e uma servente, de 41, tentaram conter o homem mas também foram agredidas pelo homem que somente foi contido depois da intervenção de um homem que estava na escola.

Após as agressões, o casal fugiu, mas foi preso pela PM em uma praça próxima à escola. As quatro educadoras foram socorridas e atendidas no Hospital Municipal de Galileia. A diretora teve ferimentos no rosto e no nariz. Outra professora ficou com hematomas no rosto e nas pernas. Todas as vítimas já receberam alta. Em depoimento à Polícia, o casal de recusou a dizer os motivos que os levaram a praticar as agressões. Os agressores foram levados para a Delegacia de Polícia Civil da cidade e seguem presos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.